4.4.17

Versinho de número cinco


A gente sempre vai doer até florir de novo.

(A primavera sempre chega)